sábado, outubro 29, 2016

S.A.Marionetas na China para participar no 5th Shanghai International Puppet Festival & Competition na cidade de Xangai


A companhia S.A.Marionetas - Teatro & Bonecos de Alcobaça/Portugal irá participar no 5th Shanghai International Puppet Festival & Competition na cidade de Xangai na China. o espectáculo "etc...2" original de José Gil, Sofia Vinagre e Natacha Costa Pereira é a produção que a companhia irá apresentar de 3 a 8 de Novembro em Xangai. esta mesma produção recebeu em Setembro passado o prémio para "Melhor Manipulação" no festival Animarte em Lodz na Polonia. Esta digressão tem o apoio de Fundação GDA, Fundação Oriente e Município de Alcobaça.

Museu da Marioneta de Lisboa - Programação Novembro 2016



toda a programação em :http://museudamarioneta.pt/

sexta-feira, outubro 28, 2016

UNIMA - Bolsas e Formação para 2017

Dear National Centres,
In 2017, the Profesional Training Commission of UNIMA would give between 2 and 3 grants, without discrimination of age or origin, to students in puppetry arts, or puppeteers in practical training, to follow a course or a workshop proposed by a school or training program in puppet theater.

Therefore, it is glad to announce the list of the workshops that it would support for 2017.

Training course inspired by the play "The Conference of the birds" by J-C Carrière.
Construction and performing tall puppets
Compagny Arketal - Cannes, France

Workshop and participation to the creation process of a new performance in Teatr Animacji
Home is you by Janni Younge - RSA
or
Diablo! by Fernando Pessoa, by Joan Baixas - Spain
Teatr Animacji (Theatre of animation) - Poznań, Poland

The immaterial art / a training workshop on the shadow and shadow theatre
The soul of things: shadows in the fine and visual arts and their relations with the contemporary shadow theatre
Teatro Gioco Vita - Piacenza, Italy

The National Puppetry Conference at the Eugene O’Neill Theater Center - USA

Unknown territories - Experience in shadow theatre
Espaço de Residência Artística Vale Arvoredo - Morro Reuter (Rio Grande Do Sul), Brazil

Wayang Golek
International Institute of the Marionette - Charleville Mézières, France

The candidates must fill out, send the application form before 30 November 2016, and have to choose one of the listed courses or workshops.

Read more: http://www.unima.org/en/infos-pratiques/bourses-unima/bourse-formation/#.WA9Z-tq7p2Q

Best regards
UNIMA Secretariat Office

-------------------

Becas de la Comisión de Formación para 2017

Estimados Centros Nacionales:
En 2017, la Comisión de Formación Profesional de la UNIMA otorgará entre 2 y 3 becas a estudiantes del arte de la marioneta, o marionetistas en formación práctica, para seguir un curso o un taller propuesto por una escuela o un programa de formación en teatro de marionetas.

La Comisión complace en anunciar la lista de los talleres que apoyará en 2017.

Curso sobre "La Conferencia de las aves" de J-C Carrière
Construcción e interpretación con títeres grandes
Compagnie Arketal - Cannes, Francia

Workshop y participación en el proceso de creación de la nueva performance en el Teatr Animacji
La Casa eres tú por Janni Younge - África del Sur
o
Diablo! por Fernando Pessoa, por Joan Baixas, España
Teatr Animacji (Teatro de animación) - Poznań, Polonia

El arte inmaterial / Taller de capacitación en la sombra y teatro de sombras
El alma de las cosas: sombras en las artes plásticas y visuales y sus relaciones con el teatro de sombras contemporáneo
Teatro Gioco Vita - Piacenza, Italia

Conferencia Nacional de Títeres en el Teatro Centro O'Neill - USA

Territorios desconocidos - Experiencia en el teatro de sombras
Espaço de Residência Artística Vale Arvoredo - Morro Reuter (Rio Grande Do Sul), Brasil

Wayang Golek
Instituto Internacional de la Marioneta - Charleville Mézières, Francia

Los candidatos deben enviar sus presentaciones de solicitud, debidamente completadas, antes del 30 de noviembre de 2016 y deben además elegir uno de los cursos o talleres mencionados.

Leer más: http://www.unima.org/es/infos-pratiques/bourses-unima/bourse-formation/#.WA9Z-tq7p2Q

Cordialmente
Oficina de la Secretaría de UNIMA

-------------------

Bourses de la Commission Formation pour 2017

Chers Centres Nationaux de l'UNIMA,
En 2017, la Commission Formation Professionnelle de l'UNIMA octroiera entre 2 et 3 bourses, sans discrimination d'âge ou d'origine, à des étudiants en art de la marionnette, ou marionnettistes en formation pratique, pour suivre un cours ou un atelier proposé par une école ou un programme de formation en théâtre de marionnettes.

Elle est donc heureuse d'annoncer la liste des ateliers qu'elle va supporter en 2017.

Stage autour de la pièce «La Conférence des oiseaux» de J-C Carrière
Construction et jeu de marionnettes de grande taille
Compagnie Arketal - Cannes, France

Accompagnement et participation au processus de la création d’un nouveau spectacle par le Teatr Animacji
La Maison, C'est vous par Janni Younge - Afrique du Sud
ou
Diablo ! par Fernando Pessoa, par Joan Baixas - Espagne
Teatr Animacji (Théâtre d'Animation) - Poznań, Pologne

L’art immatériel / Parcours de formation sur l’ombre et le théâtre d'ombres
L’âme des choses: Les ombres dans les arts plastiques et visuels et leurs relations avec le théâtre d'ombres contemporain
Teatro Gioco Vita - Piacenza, Italie

National Puppetry Conference au Centre Théâtral O’Neill - USA

Territoires inconnus - Expérience en théâtre d'ombres
Espaço de Residência Artística Vale Arvoredo - Morro Reuter (Rio Grande do Sul), Brésil

Wayang Golek
Institut International de La Marionnette - Charleville Mézières - France

Les candidats doivent envoyer leur demande dûment remplie avant le 30 Novembre 2016 et doivent également choisir l'un des cours ou stages listés.

En savoir plus: http://www.unima.org/fr/infos-pratiques/bourses-unima/bourse-formation/#.WA9Z-tq7p2Q

Sincères salutations
Bureau du Secrétariat de l'UNIMA

Marionetas Vadias no Porto

CONVITE À POPULAÇÃO
Na próxima terça, 1 de Novembro no bar Tulipe, na esquina da rua da Alegria com a Rua Firmeza, terá lugar pelas 21h30 a quinta sessão das Marionetas Vadias e a organização necessita de voluntários:
Fotografia - Alguém, com máquina, que fotografe tudo e nos envie graciosamente as fotos que achar por bem enviar.
Video - alguém, com máquina, que esteja com vontade de experimentar filmar um encontro informal de marionetas e depois editar e oferecer-nos a montagem ou enviar-nos as imagens em bruto
Lembramos que seremos todos, como sempre somos, voluntários. O projecto das Marionetas Vadias é uma iniciativa sem fins lucrativos feita toda ela com o trabalho voluntário de todos os participantes.
Pelo colectivo
Ricardo Alves
mais informação em https://www.facebook.com/Marionetas-vadias-1623668331294354/?fref=ts

6º Festival Marionetas ao Centro na Lousã

Agenda Teatro e Marionetas de Mandrágora - Novembro 2016

E aqui está o mês de Novembro da Companhia.
Lousã, Santa Maria da Feira, Palmela, Torres Vedras, Esposende, Torres Novas, Sesimbra, Guimarães, e claro, Gondomar e Espinho!
Criações como:
"O gato e o Rato que se tornaram amigos", "Conchas", "Capucha Vermelha", "A Floresta" e "descobridores" estarão em digressão em Novembro!
VEJAM A AGENDA
http://www.marionetasmandragora.com/index.php?hidLink=agn

Seminário Artes da Transmissão & Patrimónios Artísticos em Lisboa e Évora

Projecto Funicular: Workshop Iniciação à máscara completa - criação de personagens em torno do universo da marioneta e abordagem à manipulação de objetos > coordenação: Claire Dancoisne - Théâtre La Licorne (FR) > 25 a 27 de Outubro no São Luiz Teatro Municipal.


No âmbito do Projecto Funicular: um projecto de formação internacional na área do Teatro de Marionetas do CAMa - Centro de Artes da Marioneta.
:: Workshop Introduction to Full Mask. Creating Puppet Characters. An Approach to Object Manipulation > directed by Claire Dancoisne - Théâtre La Licorne (FR) > 25 to 27 October in Lisbon at São Luiz Teatro Municipal.
In the frame of the Funicular Project: a training project on Puppetry by CAMa - Centro de Artes da Marioneta / A Tarumba
www.tarumba.org | info@tarumba.org

segunda-feira, maio 23, 2016

Festival Mundial de Marionetas - 22º Congresso da UNIMA - 28 Maio a 5 Junho - Tolosa/San Sebastian - Espanha



The Festival held in the same time that the Congress would allow to see many performances from around the world, letting you discover the richness of our art.

SHOWS FOR CHILDREN AND FAMILIES
1. Shadow Play Theatrer Kakashiza (Japan)
2. Lichtbende (Netherlands)
3. ASSITEJ & Speeltheatre (South Africa)
4. Espejo Negro (Andalusia - Spain)
5. LaEnananaranja & Iñaki Mata (Basque Country - Spain)

SHOWS FOR ADULTS
1. Puppet's Lab (Bulgaria)
2. La Licorne (France)
3. Unterwasser (Italy)
4. Marcelo Lafontana (Portugal / Brazil)
5. Hand Made Theatre (Spain / Chile) - Premiere

STREET PERFORMANCES
1. Wild Theatre (Austria)
2. Tol Theatre (Belgium) - Show Opening
3. CREATURE (France)
4. KARAKURI (Japan)
5. S.A.MARIONETAS (Portugal)
6. IÑAKI MATA (Basque Country - Spain)
7. MARQUELIÑE (Basque Country - Spain) - Premiere
8. Laura Heit (U.S.A.)
9. MISCELLANEOUS STREET (Spain)

Mais informações em :http://dss2016.eu/images/ProgramaWorldPuppetFestival.pdf

Exposição de 18 Maio a 30 Outubro CONTOS POR UM FIO MARIONETAS DE OLGA NEVES -Museu da Marioneta de Lisboa

CONTOS POR UM FIO – MARIONETAS DE OLGA NEVES



«[…] Mesmo que pareçam dormir, [as marionetas] estão a soltar palavras silenciosas (só quem usa a imaginação as consegue escutar), palavras que mais não são que o fio condutor para se conhecer, mais de perto, as histórias que elas têm para nos contar. É por isso que cada marioneta tem um fio, um fio que se puxa, e puxa, e puxa, até ele ser do tamanho da sala, da casa, da rua, da cidade… E agarrados a ele sai-se pelo mundo, um mundo de histórias presas por um fio».
Ana Meireles

Uma história que começa mas não termina nos contos tradicionais: a exposição CONTOS POR UM FIO – com marionetas de Olga Neves –, parte dos contos tradicionais para criar histórias vivas, unidas pelos fios das narrativas e das marionetas.
Com personagens que adquirem corpo e realidade, CONTOS POR UM FIO transporta o visitante a esse mundo onírico dos ‘Contos de Fada’.
O Lago dos Cisnes (Tchaikovsky), As Fadas (Charles Perrault), O Capuchinho Vermelho (Charles Perrault), O Sapateiro e os Anões (irmãos Grimm) e Alice no País das Maravilhas (Lewis Carroll)

CONTOS POR UM FIO – MARIONETAS DE OLGA NEVES, exposição, Museu da Marioneta, 18 Maio a 30 Outubro, entrada livre (algumas peças estarão expostas no circuito da exposição permanente; o acesso a essas áreas pressupõe a aquisição do bilhete de entrada no Museu, sujeito aos descontos e gratuidades normais)

Sombras, Máscaras e Títeres da Colecção do Museu da Marioneta ~ António Viana, Francisco Tropa, Jorge Queiroz, Susanne Themlitz Exposição | 25 Maio a 2 Outubro — em Galeria Do Torreão Nascente Da Cordoaria Nacional.

Sombras, Máscaras e Títeres da Colecção do Museu da Marioneta ~ António Viana, Francisco Tropa, Jorge Queiroz, Susanne Themlitz
Exposição | 25 Maio a 2 Outubro 2016 — em Galeria Do Torreão Nascente Da Cordoaria Nacional.

IX Encontro Internacional de Marionetas de Montemor-o-Novo de 27 de Maio a 4 de Junho de 2016



IX ENCONTRO INTERNACIONAL DE MARIONETAS DE MONTEMOR-O-NOVO
27 DE MAIO A 4 DE JUNHO
9ª EDIÇÃO
9 DIAS, 36 ARTISTAS, 7 ESPECTÁCULOS, 2 WORKSHOPS, 3 CONCERTOS, 1 EXPOSIÇÃO, 1 INSTALAÇÃO
ARTISTAS DE PORTUGAL, POLÓNIA, FRANÇA, HOLANDA E ALEMANHA
5 ESPAÇOS – CINE-TEATRO CURVO SEMEDO, SOCIEDADE CARLISTA, ESCOLA S. JOÃO DE DEUS, PARQUE URBANO, CONVENTO DE S. FRANCISCO – OFICINAS DO CONVENTO

No ano em que festejamos o 10º aniversário da Alma d’Arame, temos o prazer de organizar o 9º Encontro Internacional de Marionetas de Montemor-o-Novo.
Esta é mais uma edição em que contamos com o apoio e entusiasmo de um vasto grupo de entidades e pessoas amigas. Os nossos objectivos passam em primeiro lugar pelo assegurar da qualidade artística – a arte pela arte e o prazer que isso suscita ao espectador/interlocutor – mas também cada vez mais pelo envolvimento da comunidade – a arte enquanto ferramenta de inclusão e potenciação de crianças, jovens, adultos e idosos - e pela contribuição para uma sociedade mais igual e justa. Estas linhas de orientação surgem com mais destaque na sequência do trabalho desenvolvido no âmbito do programa Pegada Cultural, que agora termina, mas que dificilmente acaba pelo impacto que teve.
Os 10 anos que agora celebramos com esta edição foram de uma alegria imensa aliados a um constante desafio e paixão por esta arte. Neste encontro reuniremos em Montemor-o-Novo representantes do melhor do que se vai fazendo pelo mundo na arte do teatro de marionetas e das formas animadas. Para este ano, preparámos uma programação que não conhece fronteiras, trazendo conceitos de marioneta que desafiam o tradicional e o expectável, mas em que a “marioneta” e a “manipulação” são bem visíveis para o espectador atento.
Neste contexto, programámos 7 espectáculos, 2 workshops, 3 concertos (2 em Off), 1 exposição e 1 instalação, e contamos com a presença de seis companhias nacionais e uma internacional com diferentes formas de abordagem ao mundo da marioneta e das formas animadas que criarão um espaço de cruzamento artístico. É no mundo das marionetas que se cruzam muitas áreas artísticas, por isso trazemos até Montemor-o-Novo uma programação variada que nos dará a ver um pouco desse cruzamento. Bons encontros!

FICHA TÉCNICA
DIRECÇÃO ARTÍSTICA E PROGRAMAÇÃO: AMÂNDIO ANASTÁCIO DIRECÇÃO DE PRODUÇÃO E PRODUÇÃO EXECUTIVA: ISABEL PINTO COELHO
DIRECÇÃO TÉCNICA: JOÃO SOFIO
ASSISTENTE DE PRODUÇÃO: ALEXANDRA ANASTÁCIO CAPTAÇÃO E EDIÇÃO DE VÍDEO: JACINTO ANTAS
DESIGN GRÁFICO: BALTAZAR MARTINS
REVISÃO DE TEXTOS: ADELINA CRISTÓVÃO
ESTAGIÁRIAS ESCOLA SECUNDÁRIA ANDRÉ DE GOUVEIA: PATRÍCIA VICENTE / SORAIA CALDEIRA

Mais Informações em : http://www.almadarame.pt/

2ª edição do Festival EI! em Gondomar de 26 a 29 de Maio 2016



O EI!, que decorrerá entre 26 e 29 de maio de 2016, resulta de uma parceria entre a companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora e o Município de Gondomar com o apoio da DGArtes que acolhe companhias internacionais, bem como uma vasta programação de companhias de marionetas nacionais, com apresentações de sala e rua, exposições, conversas, feiras, mostras e concertos.
O EI! afirma-se nacional e internacionalmente como um espaço de programação contemporânea, inovadora e alternativa, de reconhecido mérito artístico e que neste ano que volta a acolher companhias internacionais (provenientes de Japão, Alemanha, Macau e Espanha), bem como uma vasta programação de companhias de marionetas nacionais, com apresentações de sala e rua.
É Encontro de gentes e artistas onde a marioneta se apresenta como uma arte cénica em plena evolução. Um espaço criativo onde diferentes criadores revelam a dimensão deste campo artístico que continua a explorar terrenos novos e imprevistos em dialética com outras formas de arte.
Passando pelas formas tradicionais portuguesas às experiências criativas mais contemporâneas, que se situam claramente para além das fronteiras mais evidentes da marioneta, passando pelas propostas dirigidas aos mais novos e pelas ações de formação e oficinas, o EI! tem como papel central a formação artística de distintos públicos e nesta segunda edição com particular interesse pelo Teatro de Marionetas no Oriente e as formas e técnicas tradicionais ancestrais destes povos com um passado artístico riquíssimo.
É uma oportunidade de manter o trabalho de contacto social que a companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora tem vindo a desenvolver, trabalhando na comunidade a dimensão cultural dinâmica e permanente da arte da marioneta levando este público a participar no EI! através da preparação de espetáculos comunitários e exposições do trabalho realizado.

Mais informações em :http://www.ei.marionetasmandragora.com/

quinta-feira, maio 05, 2016

Agenda da companhia S.A.Marionetas Maio 2016

Agenda S.A.Marionetas Maio 2016

A companhia S.A.Marionetas volta à estrada em Portugal e pelo mundo. Depois de 2015 ter percorrido mais de 10 países e realizado mais de 100 actuações. Continua este ano a sua digressão nacional e internacional.

7 e 8 Maio - “ Os Primos” Praça 25 de Abril - entre as 15 e as 18 horas – Alcobaça
18 Maio - “Portucale” Parque centro das artes. Comemorações do dia dos museus – Caldas da Rainha
21 Maio - “A Farsa do Sapateiro” Festival Aproxima-te. Museu Nacional de História Natural e da Ciência. Jardineta . 11h00 - Lisboa
21 Maio - “A Farsa do Sapateiro” Festival Sementes . Praça da República . 17h00 - Moita.
22 Maio - “A Farsa do Sapateiro” Festival Aproxima-te . Museu Nacional de História Natural e da Ciência. Jardineta . 12h00 – Lisboa
22 Maio - "Teatro Dom Roberto" - Recriação do Mercado do séc. XVIIII - Alcobaça
28 e 29 Maio - "Teatro Dom Roberto" UNIMA World Congress 2016 / World Puppet Festival, San Sebastian/Tolosa – Espanha

Mais informações em www.samarionetas.com

quinta-feira, abril 14, 2016

1º FESTIVAL DE MARIONETAS EM OEIRAS de 1 a 5 de Junho 2016



1º FESTIVAL DE MARIONETAS EM OEIRAS, a decorrer de 1 a 5 de Junho.
Escolas, Praia de S. Amaro e Centro Histórico (local sede).
Mais infos:
www.maozorra.pt
www.mofestival.pt

“Kitsune” - NOVA CRIAÇÃO DO TEATRO DE MARIONETAS DO PORTO



Estreia esta quinta-feira “Kitsune”, coprodução do Teatro de Marionetas do Porto e do Cine-Teatro Constantino Nery, uma “reflexão sobre a morte e o ciclo natural que ela conduz”.

“Kitsune”, que pode ser visto no Cine-Teatro Constantino Nery entre esta quinta-feira e domingo, até sábado pelas 21h30 e no domingo pelas 16h, parte de um conto de Júlio Vanzeler, responsável pela encenação e cenografia (com Rui Queiroz de Matos), “reflete sobre a morte, mas também, e inevitavelmente, sobre o ciclo natural a que ela conduz: o brincar, o amar, a possibilidade de viver e recordar sem arrependimentos”, pode ler-se na apresentação da peça.

Júlio Vanzeler concebeu as marionetas que Micaela Soares, Rui Queiroz de Matos e Vasco Temudo trazem à vida num olhar sobre o “ritmo trepidante do quotidiano” que vai apagando a natureza e o que caracteriza a interação social dos seres humanos, levando cada um de nós a morrer “cada vez mais só”.

O que se pode fazer para contrariar o ciclo? “Resgatar as coisas mais simples, as mais humildes tarefas humanas e a tranquilidade suficiente para olhar a morte nos olhos, servir-lhe uma sopa quente e dar-lhe a mão”, sugere “Kitsune”.

A companhia Marionetas da Feira e os a Jigsaw estreiam no Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra, o espectáculo “The Wolf and the Rose”. a 14 Abril de 2016



A companhia Marionetas da Feira e os a Jigsaw estreiam no Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra, o espectáculo “The Wolf and the Rose”. A peça é inspirada na lenda medieval do ‘Lobo de Gúbio’ e conta a história de um amor irrealizável, entre o nobre soldado Dugan que foi transformado em lobo e a sua amada Franscisca que eternamente o espera. Cada um dos actos desta peça é contado em forma de canção por João Rui e Jorri, que interpretam os movimentos das marionetas manipuladas por Rui Sousa e Alberto Castelo, num jogo de poesia visual e musical que embala o espectador através de um argumento romântico.
O espectáculo junta em palco o teatro de marionetas e a música original dos a Jigsaw, resultando numa experiência única feita de palavras, movimentos e canções. É um espectáculo indicado para todas as idades e a temporada inclui algumas sessões para escolas, mediante reserva prévia.

TEATRO DE MARIONETAS / MÚSICA
The Wolf and the Rose [ESTREIA]
Marionetas da Feira / a Jigsaw
Marionetistas Alberto Castelo e Rui Sousa (Marionetas da Feira)
Músicos Jorri e João Rui (a Jigsaw)
14 a 16 de Abril
Quinta a sábado, 21h30
Sessões para escolas:
14 e 15 de Abril de 2016
Quinta e Sexta-feira, 11h00 e 15h00
60’ > M/6
Preços: bilhete normal – 10 Euros; estudante, jovem, > 65 anos e profissionais e amadores de teatro – 6 Euros; entidades protocoladas e funcionários da CMC – 5 Euros; assinaturas TCSB – 5 entradas, 30 Euros/ 10+1 entradas, 50 Euros; sessões para escolas – 3 Euros (entrada gratuita para professores acompanhantes e alunos abrangidos pelo escalão A da ASE)

Informações e reservas:
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

16.ª edição do FIMFA Lx - Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas realiza-se em Lisboa, de 5 a 22 de Maio de 2016


A 16.ª edição do FIMFA Lx - Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas realiza-se em Lisboa, de 5 a 22 de Maio, uma produção da companhia A Tarumba - Teatro de Marionetas, com direcção artística de Luís Vieira e Rute Ribeiro.

O FIMFA apresenta um convite à descoberta do mundo com um outro olhar, revelando, como habitualmente, o que de mais importante se tem realizado no campo das marionetas e formas animadas. O FIMFA em 2016 pretende continuar a ser um espaço de discussão, formação e de reflexão sobre o teatro de marionetas contemporâneo.

A marioneta, cada vez mais permeável a outros campos artísticos, tem a capacidade de inventar novos mundos e formatos com mecânicas inimagináveis. É a arte da imagem e do movimento, capaz de se manter actual, em constante ligação com as transformações tecnológicas, culturais e sociais, transpondo para o palco a cartografia do presente e do futuro.

Novos lançamentos, novas escritas, novas dramaturgias, novas tecnologias... Como redesenhar actualmente os contornos da arte da marioneta?

Desenhado numa perspectiva de transversalidade artística, o FIMFA desenvolve uma programação que estabelece ligações entre a marioneta, dança, vídeo, circo, teatro, instalações plásticas...

Está prevista a participação de companhias e criadores de vários países: França, Espanha, Israel, Inglaterra, Palestina, Irão, Holanda, Rússia e Portugal, numa programação especial que inclui novos valores e grandes nomes de várias áreas artísticas, com projectos que constituem quase todos estreias nacionais, como Théâtre La Licorne, Maguy Marin, Yael Rasooly, David Espinosa ou Tim Spooner, entre muitos outros. Os temas abordados vão desde o circo, às convulsões sociais, à guerra ou aos campos de refugiados, temas actuais e fracturantes que marcam a actualidade.

Durante o Festival é ainda desenvolvida uma componente laboratorial e experimental, que permite a aproximação e troca de experiências entre criadores, bem como um conjunto de actividades complementares. No campo da formação destaca-se a realização, durante o FIMFA, do Projecto Funicular – um programa de formação internacional, com um workshop dirigido por Natacha Belova, uma construtora de marionetas invulgar, que se tem destacado no panorama mundial do teatro de marionetas e formas animadas, pela qualidade e beleza intrigante das suas criações.

A 16ª edição tem o apoio de República Portuguesa / Ministério da Cultura - Direcção-Geral das Artes e envolve, mais uma vez, um conjunto de parcerias fundamentais para a sua realização, com alguns dos mais importantes agentes culturais da cidade, destacando-se a que se realiza com a EGEAC e as co-produções com o Teatro Maria Matos, o Teatro São Luiz, o Teatro Nacional D. Maria II, para além dos apoios e parcerias com a Câmara Municipal de Lisboa, ou o Teatro da Garagem/Teatro Taborda, entre outros.

O FIMFA Lx16 decorre durante dezoito dias em vários locais: Maria Matos Teatro Municipal, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Taborda, Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema e ruas de Lisboa.

O FIMFA tornou-se num dos mais importantes pontos de encontro internacionais do teatro de marionetas contemporâneo, afirmando-se, desde 2001, como um espaço de programação inovadora e alternativa, que se desenrola a partir de critérios rigorosos de qualidade e reconhecido mérito artístico. Espectáculos que revelam técnicas ancestrais estarão aqui em confronto com linguagens inovadoras, numa perspectiva de transversalidade artística e com uma grande diversidade de técnicas e propostas estéticas, estabelecendo ligações entre a marioneta e outros campos artísticos.

Sejam bem-vindos ao universo da arte do movimento e da imagem!

http://atarumba-teatrodemarionetas.blogspot.pt/

sexta-feira, abril 08, 2016

"Conchas", inédito espetáculo de música e marionetas para bebés



Espetáculo para bebés "Conchas"
"Conchas", inédito espetáculo de música e marionetas para bebés, co-produção norueguês/português, faz uma digressão por Portugal onde visita Ílhavo (estreia) 10 de Abril, e depois passa pelo Sever do Vouga, Estarreja, Àgueda, Abrantes e S. João de Madeira.

"Conchas" é uma co-produção internacional para bebés, resultante do projeto «Hands full of Shells and Feet full of Flowers», um processo criativo colaborativo desenvolvido entre d’Orfeu AC, Marionetas de Mandrágora e Franzisca Aarflot Productions (Noruega), no âmbito do Pegada Cultural, com apoio da Direção-Geral das Artes e EEA Grants.

Partindo da memória coletiva de ambos os países, misturou-se a música, a expressão dramática e corporal, o movimento e as marionetas e encontrou-se um compromisso cultural identitário. Um espetáculo icónico onde a abordagem não-verbal ganha forma através da fusão fonética das duas línguas, criando novas palavras e sons, aliada à musicalidade e à linguagem corporal. "Conchas" conta a história de viajantes, pintados na tela, reais e imaginários, privilegiando os bebés e as suas famílias.

As três estruturas artísticas souberam olhar, dialogar e encontrar pontos de contacto entre si, quer no seu património cultural de ambos os países, quer na interação direta dos seus criativos. Atores, músicos, bailarinos e marionetas vão, em conjunto, fazer acontecer a digressão de dois espetáculos similares, um em Portugal e outro na Noruega. Os bebés dos dois países vão vivenciar uma criação que resulta da fusão de culturas, na mútua relação que ambos têm com o mar, a faina, os pescadores e... o bacalhau.

AGENDA

10 abril (estreia) | 10h00
Museu Marítimo de ÍLHAVO

23 abril | 16h00 e 17h30
Biblioteca Municipal de SEVER DO VOUGA

8 maio | 16h00 e 9 maio | 10h30
Cine-Teatro de ESTARREJA

15 maio | 11h00
Festival i, ÁGUEDA

21 maio | 10h30 e 11h30
Cine-Teatro São Pedro, ABRANTES

2 julho
Paços do Concelho, S. JOÃO DA MADEIRA


FICHA TÉCNICA

Duração: 35' (aprox.)
Público-alvo: Bebés (0 aos 5) e acompanhantes

Encenação | Filipa Mesquita

Elenco Portugal:
Clara Ribeiro | interpretação e manipulação
Ricardo Falcão | interpretação e música

Elenco Noruega:
Idun Losnegård | interpretação e dança
Lenka Rozenahl | interpretação e manipulação


Apoio à Dramaturgia | Franziska Aarflot
Direção musical | Manuel Maio
Marionetas, cenário e adereços | enVide neFelibata

Produção Executiva | Tiago Castro

Coordenação do Projeto | Luís Fernandes

Para mais informação, por favor consulte http://www.dorfeu.pt/criacao/conchas

segunda-feira, março 21, 2016

identificação de quadro de Júlio Resende "os fantoches" 1945

Alguém sabe se este quadro pertence mesmo ao pintor Júlio Resende???? e onde ele se encontra actualmente???
aguardo noticias, abraço!
José Gil
por favor enviem -me informação para josemvgil@gmail.com


UNIMA Portugal - Mensagem Internacional para o Dia Mundial da Marioneta


Comemorações do Dia Mundial da Marioneta 2016 – 21 de Março

No passado dia 2 de Janeiro de 2016, faleceu o Professor Henryk Jurkowski.
Este homem incrível de erudição, pesquisador, crítico de teatro, escritor e antropólogo, dedicou sua vida ao mundo do teatro de marionetas granjeando inúmeros amigos e admiradores em todo o mundo.
A fim de o recordar e manter junto do nosso coração, as instâncias da UNIMA decidiram retomar em 2016, a bela mensagem internacional que então escreveu para o Dia Mundial da Marioneta de 2011:



21 de março de 2016
(Henryk Jurkowski, 1927-2016)
Eis-me aqui, na cidade de Omsk, Sibéria Ocidental. Entro no museu etnográfico. De súbito, os meus olhos são atraídos por uma grande vitrina onde estão dezenas de figuras: são os ídolos das tribos fino-úgricas Mansi e Khanti. Eles parecem saudar cada visitante. Um impulso interior leva-me a retribuir-lhes o cumprimento. São figuras magníficas. Representam um traço duradouro da espiritualidade entre as primitivas gerações humanas. São elas e seu mundo imaginário que estão na raiz das primeiras manifestações e representações teatrais, sagradas ou profanas.
As colecções de Arte são abundantes em ídolos e figuras sagradas que, pouco a pouco, se desvanecem na memória. Mas nos museus, também há marionetas, as quais conservam as marcas das mãos de seus criadores e dos seus manipuladores. Dito isto, essas mãos revelam os vestígios da destreza, da imaginação e da espiritualidade humanas. Existem coleções de marionetas em todos os continentes e em quase todos os países. Elas são um orgulho para os coleccionadores. Constituem um campo de investigação, conservam bem viva a memória e acarretam uma importante prova da diversidade da nossa disciplina.
A arte, como muitas outras atividades humanas, submete-se a duas tendências: uniformidade e diferenciação. Hoje, vemos as duas tendências coexistir ao nível das atividades culturais. Podemos constatar que, obviamente, a facilidade de viajar, tanto pelos céus e como pela net, multiplica o número de contactos em inúmeros congressos e festivais, o que conduz a uma muito maior uniformidade. Em pouco tempo, nós viveremos verdadeiramente na aldeia global de McLuhan.
Este facto não significa que tenhamos perdido completamente o sentido da diferenciação cultural, mas antes que companhias teatrais em significativo número recorrem agora a meios ou técnicas de expressão semelhantes.
Estilos de marionetas tais como o ningyo joruri japonês ou o wayang indonésio foram assimilados na Europa e América. Simultaneamente, grupos asiáticos ou africanos estão usando técnicas marionetísticas europeias.
Amigos meus dizem-me que, se um jovem artista japonês pode ser um virtuoso a tocar obras de Chopin, um americano poderia tornar-se um mestre de Joruri ou um Dalang executando purva wayang. Eu posso concordar com eles, sob condição de que o marionetista assimile não apenas a técnica do Bunraku mas também toda a cultura que lhe está subjacente.
Muitos artistas satisfazem-se com a beleza exterior da marioneta que, contudo, oferece aos espectadores a oportunidade de descobrir diferentes formas de arte. Deste modo, a marioneta invade novos territórios. Mesmo no campo do teatro de actor, veio a tornar-se fonte de várias metáforas.
Esta grande expansão da marioneta figurativa está ligada a um movimento proporcionalmente inverso quanto ao território anteriormente ocupado. Isso deve-se à invasão do objecto e, em maior escala, no que toca à matéria. Porque todo o objeto, toda a matéria, sujeitos a uma animação, interpela-nos e exige o seu direito à vida teatral. Assim, o objeto agora substitui a marioneta figurativa, abrindo aos artistas um caminho para uma nova linguagem poética e para uma criação que envolve imagens ricas e dinâmicas.
A imagética e metáforas que antes eram as características de cada tipo de marioneta, diferenciando-as umas das outras, tornaram-se hoje a fonte da expressão para cada marionetista individual. Assim, aparece uma nova linguagem poética singular que não depende da tradição genérica, mas do talento do artista e da sua criatividade individual. A uniformização dos meios de expressão gerou a sua diferenciação. A aldeia global de McLuhan tornou-se no seu antípoda. Os diferentes meios de expressão tornaram-se os instrumentos da palavra individual que sempre prefere soluções originais. Claro que a tradição figurativa no teatro de marionetas não desapareceu do nosso horizonte. Esperemos que permaneça perenemente como um precioso ponto de referência.
Henryk Jurkowski – 2011

Tradução de 2016 de Ildeberto Gama associado nº16
Agradecimento a Rui Sousa associado nº104 pela primeira tradução em 2011.

terça-feira, fevereiro 23, 2016

10ª edição festival Mar-Marionetas de Espinho



As mascotes do festival, o Mário e a Neta, têm a honra de o(a) convidar para as celebrações do 10º aniversário do festival Mar-Marionetas de Espinho.

No próximo dia 28 fevereiro, junte-se às nossas mascotes e na companhia de todos os convidados, participe na Parada de Parabéns, que será uma grande e animada festa de rua para assinalar a abertura desta 10ª edição do nosso festival.

Com o seu filho(a), tragam chapéus de aniversário, um amigo de peluche ou amigo de madeira e venham festejar connosco… Este Festival é uma Festa!

Convidamo-lo ainda para a abertura da exposição e apresentação pública dos premiados do concurso “Marionetas e Outras Formas de Animar”, que se vai realizará pelas 17:00h no Centro Multimeios.
(Foto: “Fauno” de Jorge Cerqueira, 1º classif. em 2015)

Contamos com a vossa presença…
Venham celebrar este 10º aniversário connosco!


Programa detalhado na PÁGINA OFICIAL
www.cm-espinho.pt/mar_marionetas

Bolsa de Criação Isabel Alves Costa 2016



mais informações :http://www.fim.com.pt/

Já começou a terceira edição da Mostra de Robertos e Marionetas em Ílhavo


A terceira edição da Mostra de Robertos e Marionetas está mais internacional. Além de uma viagem ao imaginário português, apresentam-se espetáculos de companhias provenientes de Inglaterra e da Ucrânia, bem como um singular atelier de Teatro de Sombras Japonesas, por Beniko Tanaka, do Japão. Destaque, igualmente, para a estreia nacional de dois espetáculos das Marionetas da Feira. Em 2016, a exposição terá particular importância pela apresentação do projeto de criação inspirada nas gentes de Ílhavo, que será estreado na quarta edição da Mostra, em 2017.



PROGRAMA

Exposição de Robertos e Marionetas

20 de fevereiro (inauguração às 21h00) a 24 de março

terça-feira a sábado | 15h00-20h00

entrada gratuita



ESPETÁCULOS

20 sáb fevereiro | 22h00

"Peregrinação" | Lafontana Formas Animadas (Vila do Conde – Portugal) ver mais aqui



SÁB 27 FEV | 16h00

"Punch & Judy" | The Puppetree Company (Uplyme – Inglaterra)

“Zé do telhado” e “Castelo Assombrado” (estreia nacional) | Marionetas da Feira (Santa Maria da Feira – Portugal)

Conversa aberta entre o público e as companhias intervenientes

ver mais aqui



SÁB 5 MAR | 16h00

"The Duckling" | Three’Co (Kiev- Ucrânia) ver mais aqui

Conversa Aberta entre o público e as companhias intervenientes



Atelier Teatro de Sombras Japonesas com Beniko Tanaka (Japão) ver mais aqui

QUI 3 e SEX 4 MAR | 19h00 às 22h00

SÁB 5 MAR | 10h00 às 13h00 M/12 anos

€10,00



Direção artística: Marionetas da Feira

mais informações aqui:http://www.centrocultural.cm-ilhavo.pt/frontoffice/pages/3?event_id=1157

quinta-feira, fevereiro 18, 2016

Descobertas Finalmente!!!! as datas correctas de nascimento e de óbito dos Mestres do Teatro Dom Roberto



Descobertas Finalmente!!!! as datas correctas de nascimento e de óbito dos Mestres do Teatro Dom Roberto. Ao fim de vários anos conseguimos descobrir. Assim o falecimento do Mestre António Dias que se julgava ter sido em Setembro estava errado apesar do ano estar certo e o Cesário tem "da" antes, ficando "da cruz" Fica aqui para memória futura.
- Mestre António Dias
Nasceu a 26 de Março de 1922
Faleceu a 16 de Junho de 1986
- Cesário da Cruz Nunes
Nasceu a 18 de Dezembro de 1925
Faleceu a 2 de Julho de 1997

pesquisa de S.A.Marionetas

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

'SOMBRAS DE MONTEMOR-O-NOVO' - Dia 13 de Fevereiro, às 19H00, no Centro Juvenil, em Montemor-o-Novo



A Alma d'Arame tem o prazer de os convidar para o espectáculo 'SOMBRAS DE MONTEMOR-O-NOVO'.
Resultado do workshop de teatro de sombras pelo Teatro de Ferro, com a participação de crianças, jovens e adultos da comunidade.

Dia 13 de Fevereiro, às 19H00, no Centro Juvenil, em Montemor-o-Novo.

CE > Para toda a família
Entrada livre.

Promovido no âmbito do Programa Pegada Cultural: Artes e Educação e com o apoio da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo.

Mais informações:
almadarame@gmail.com | 927 595 232.
Siga-nos em www.almadarame.pt ou na nossa página de Facebook

segunda-feira, fevereiro 08, 2016

Pela liberdade de expressão…. Toma,Toma,Toma!!!

No Teatro Dom Roberto em Portugal nos anos passados sobe uma ditadura facista, várias vezes foram proibidos de actuar os bonecos da cachaporrada. Bonecreiros chegaram a ser presos e seus bonecos queimados. Se formos ainda mais para trás no tempo, basta pensarmos que o grande escritor de óperas para marionetas António José da Silva morreu na fogueira. No teatro Dom Roberto o padre leva porrada, o polícia é morto, o diabo é morto e no final o nosso herói mata a própria morte. Tudo isto para dizer que estamos solidários com os titeriteiros presos em Madrid acusados de incentivo ao terrorismo.

Liberdade de Expressão SEMPRE!

UNIMA Portugal

quarta-feira, janeiro 27, 2016

Congresso Mundial da UNIMA em Espanha - inscrições até dia 29 Fevereiro mais baratas



mais informações em : http://www.unima.org/fr/congres/inscriptions/les-packs/#.Vqi1I9KLTIU

3º ANIVERSÁRIO | MUSEU DAS MARIONETAS DO PORTO


3º ANIVERSÁRIO | MUSEU DAS MARIONETAS DO PORTO
Make Love Not War
Título da exposição de 3º aniversário e título de um grande espetáculo de rua encenado por João Paulo Seara Cardoso (1956-2010). Make Love Not War (2010) a partir de Lisístrata, uma peça contra a guerra escrita por Aristófanes.
A exaltação, a inconformidade, o desejo de beleza através do teatro com marionetas, é o mote para esta exposição da qual fazem parte algumas peças de Make Love Not War (2010), Polegarzinho (2002), Miséria (1991), Teatro D.Roberto (1988), O Senhor…(2012) e de Alice no País das Maravilhas (1997).
Além das marionetas, objetos e cartazes, há ainda espaço para percorrer parte do processo de construção das marionetas, permitindo uma viagem a uma parte do trabalho que antecede cada espetáculo.
Na Galeria, está presente uma exposição de José Manuel Gigante, na qual podem ser vistos os projetos de arquitetura criados para o Teatro de Marionetas do Porto, um dos quais, o Teatro de Belomonte que recebeu a Menção Honrosa (1993), na categoria de Reabilitação, no âmbito do Prémio Nacional de Arquitetura.
O Museu das Marionetas do Porto é um museu de autor, centrado no trabalho de João Paulo Seara Cardoso (1956-2010), é um lugar de memória e futuro, pela sua atualização permanente, uma vez que tem uma particularidade, ser um museu criado em íntima relação com a companhia Teatro de Marionetas do Porto.
Isabel Barros
Diretora Artística

Formação em marionetas de esponja dia 6 de fevereiro em Tondela

Brevemente " Eu quero a Lua" é como se chama o novo espectáculo. Marionetas e cenografia a cargo do Planeta Zorg.



Marionetas da Feira de regresso aos palcos, preparam estreia de nova produção - Agenda Janeiro - Fevereiro - Março 2016

Marionetas da Feira
de regresso aos palcos, preparam estreia de nova produção

As Marionetas da Feira estão de volta aos palcos e preparam-se para estrear, em Fevereiro, os espectáculos de Teatro Dom Roberto 'Zé do Telhado' e 'Castelo Assombrado'.
O regresso aos palcos acontece já esta sexta-feira, dia 22, em Riba de Ave para apresentar o 'O Circo das Marionetas' no Auditório Aurélio Fernando. A 21 de Fevereiro o circo instala-se no Cineteatro Caracas, em Oliveira de Azeméis, para participar no ´Há Domingos Assim'.
As novas produções de Teatro Dom Roberto, 'Zé do Telhado' e 'Castelo Assombrado', acontecem a 27 de Fevereiro e estão inseridas na 'III Mostra de Robertos e Marionetas' que decorre na Gafanha da Nazaré. O cartaz deste evento conta também com uma apresentação para escolas do espectáculo 'O Circo das Marionetas'.
Em Março e ainda para o público escolar as Marionetas da Feira apresentam 'O Barbeiro' e 'Tourada à Portuguesa' dia 15 no Auditório da EB Eng. Fernando Pinto de Oliveira, em Leça da Palmeira e 'Fios de Música', no dia 18 no Cineteatro de Oliveira de Frades.
Este primeiro trimestre de 2016 encerra com a apresentação a 20 de Março do espectáculo 'Folganças de Cordel - O Castelo da Princesa' em evento e local a anunciar.

É sem dúvida um excelente início de ano para as Marionetas da Feira, que após a residência artística que os juntou à banda a Jigsaw na preparação do espectáculo 'The Wolf and the Rose', estreia 2 novos espectáculos e repõem em cena outros 5 do reportório da Companhia.

Vivam as Marionetas!
Agenda
Sexta, 22 de Janeiro
» 'O Circo das Marionetas'
» Riba de Ave Cultural 2016
» Auditório Dr. Aurélio Fernando » Externato Delfim Ferreira
» 10h00 | 15h00 » sessões para escolas
» 21h00 » público geral

Domingo, 21 de Fevereiro
» 'O Circo das Marionetas'
» Há Domingos Assim
» Cineteatro Caracas » Oliveira de Azeméis
» 15h00 » público geral

Sábado, 27 de Fevereiro
» 'Zé do Telhado' e 'Castelo Assombrado' » ESTREIA
» III Mostra de Robertos e Marionetas
» Centro Cultural da Gafanha da Nazaré
» 16h00 » público geral

Terça, 1 de Março
» 'Zé do Telhado' e 'Castelo Assombrado'
» III Mostra de Robertos e Marionetas
» Centro Cultural da Gafanha da Nazaré
» 10h45 » público escolar

Sexta, 4 de Março
» 'O Circo das Marionetas'
» III Mostra de Robertos e Marionetas
» Centro Cultural da Gafanha da Nazaré
» 10h00 » público escolar

Terça, 15 de Março
» 'O Barbeiro' e 'Tourada à Portuguesa'
» Auditório da EB Eng. Fernando Pinto de Oliveira
» Leça da Palmeira
» 10h00 | 11h00 » público escolar

Sexta, 18 de Março
» 'Fios de Música'
» Cineteatro de Oliveira de Frades
» 10h30 | 11h00 » público escolar

Domingo, 20 de Março
» 'Folganças de Cordel - O Castelo da Princesa'
» evento: a anunciar
» local: a anunciar

'Zé do Telhado' e 'Castelo Assombrado
[estreia]
Depois de 5 anos de apresentações das clássicas histórias de ‘O Barbeiro’ e da ‘Tourada À Portuguesa’, as Marionetas da Feira, pelas mãos de Rui Sousa, recriam 2 novas histórias em fortalecimento do espólio da Companhia bem como do património imaterial deste legado. As novas sagas de aventuras trazem de novo o personagem ‘Dom Roberto’ aos palcos e um justiceiro de outras épocas, o ‘Zé do Telhado’.

‘Zé do Telhado’
Conta-se que o ´Zé do Telhado’ era uma espécie de Robim dos Bosques, que tirava aos ricos para dar aos pobres. Mas, na verdade, ele como pobre apenas tirava aos ricos para si e para os seus. Este personagem irá ter inúmeras peripécias que passam pelo romantismo com a sua bela e amada esposa até robustas pancadarias com a guarda. Pelo meio, ainda conheceremos o seu bando, um rico impiedoso e o seu grande amigo ‘Camilo’ que o ajudou a fugir da prisão. Vamos assistir a proezas, perigos e façanhas deste herói e ver quem leva a melhor no final.


‘Castelo Assombrado’
No castelo de Santa Maria da Feira vivia a bela princesa ‘Rosa’, vigiada por um terrível dragão e prisioneira de um homem gigante que a tinha fechado a sete chaves numa das torres. O nosso herói ‘Dom Roberto’ que por ali passava ouviu os seus gritos de socorro e foi logo em seu auxílio. O pior ainda estava por acontecer… Será que o nosso valente Roberto conseguirá desenvencilhar-se do gigante, do dragão e de outras terríveis ameaças? Salvará a Rosa e ficará ele dono do Castelo?

Simplicidade Traída de Marta Cuscunà no teatro São Luis em Lisboa de 5 a 7 de Fevereiro

A Simplicidade Traída
de Marta Cuscunà (Itália)
Uma sátira para uma actriz e marionetas sobre o luxo de ser mulher...
Estreia Nacional
5 a 7 de Fevereiro de 2016
São Luiz Teatro Municipal - Sala Mário Viegas



Simplicidade Traída de Marta Cuscunà (Itália)
Livremente inspirado nas obras literárias de Arcangela Tarabotti
e na história das Clarissas de Udine
Estreia Nacional - 5 a 7 de Fevereiro de 2016 - São Luiz Teatro Municipal - Sala Mário Viegas
Sexta e Sábado às 21h - Domingo às 17h30
Uma parceria entre o São Luiz Teatro Municipal e A Tarumba - Teatro de Marionetas
Em italiano, legendado em português
Encontro com o público no dia 5 após o espectáculo
Masterclass no dia 6 das 15h às 18h (mais info)
A classificar pela CCE
€ 12 (com descontos €5 a €8,40)
Mais info aqui + bilheteira online
O trabalho da encenadora, marionetista e dramaturga italiana Marta Cuscunà, é uma verdadeira força da natureza que reivindica um teatro comprometido, inquieto e questionador. A simplicidade traída é uma lição de história sobre as raízes do feminismo, da liberdade religiosa, do poder da palavra e da fé, e da força das convicções, e um retrato pungente sobre a condição feminina, assinado por um dos novíssimos nomes do teatro italiano.

No convento de Santa Clara, em Udine, um grupo de freiras insurge-se contra o sistema patriarcal e reclama a liberdade de pensar e ler. O espectáculo recua ao início das lutas feministas na Itália do século 16. Naquele tempo as irmãs Clarissas transformaram o convento num lugar de contestação e de liberdade do pensamento, de dessacralização de dogmas religiosos e da cultura masculina. A história, verídica, é contada por Marta Cuscunà, e as suas marionetas, entre o documento e a possibilidade de o teatro ajudar a lembrar e a escrever a História. Sozinha em palco, transforma-se em testemunha da história destas jovens mulheres que lutaram contra as regras do Vaticano e as convenções sociais reivindicando a liberdade de inventarem um outro modelo feminino, até no modo como entendiam a abnegação.

Conceito, encenação e interpretação: Marta Cuscunà Assistente de encenação: Marco Rogante Desenho de luzes: Claudio Parrino Efeitos de som e escolha musical: Alessandro Sdrigotti Direcção técnica: Marco Rogante, Alessandro Sdrigotti Cenografia: Delta Studios, Elisabetta Ferrandino Figurinos: Antonella Guglielmi Apoio à promoção: Laura Marinelli Co-produção: Centrale Fies, Operaestate Festival Veneto Marta Cuscunà está ligada ao projecto Fies Factory
BIO
Marta Cuscunà nasceu em Monfalcone, uma pequena cidade operária conhecida pelo seu estaleiro, onde se constroem os maiores navios de cruzeiro do mundo, e por deter o recorde do número de mortes por doenças provocadas pelo amianto.
Em 2001 participou no laboratório Fare Teatro, concebido e realizado por Luisa Vermiglio. Esta experiência, que juntou a investigação teatral à reflexão sobre a dinâmica social do território, tornou-se para Marta uma espécie de marca artística.
Marta Cuscunà estudou na "Prima del Teatro": European School for the Art of the Actor, onde conheceu alguns dos grandes mestres do teatro contemporâneo: Joan Baixas, com quem estudou a linguagem do teatro visual; José Sanchis Sinisterra, graças ao qual começou a estudar dramaturgia; Christian Burgess, autor de um projecto de teatro inédito para actores e músicos; e muitos outros.
Em 2006 fez a sua estreia internacional em "Merma Neverdies", espectáculo com marionetas de Joan Miró, dirigido por Joan Baixas, produzido por Elsinor-Barcelona exclusivamente para a Tate Modern, em Londres.
Em 2007 voltou a actuar em Itália com "Indemoniate", espectáculo de Giuliana Musso e Carlo Tolazzi, dirigido por Massimo Somaglino.
Em Maio de 2009 começou a trabalhar em Espanha no espectáculo "Zoé, inocencia criminal", produção do Teatre de la Claca, Barcelona, dirigido por Joan Baixas.
Em 2009, ganhou o " Premio Scenario Ustica" com “E' bello vivere liberi!”, um projecto para uma actriz, 5 marionetas e uma boneca, escrito, dirigido e interpretado por Marta Cuscunà.
Em 2011 obteve uma bolsa de estudos para participar em "… think only this of me...", um projecto para actores e músicos da Guildhall School of Music and Drama (Londres), dirigido por Christian Burgess.
Em 2012 estreia o seu segundo projecto "A simplicidade traída" (La semplicità ingannata).
Desde 2009 faz parte do projecto Fies Factory da Central Fies.

Prémios
-Premio Scenario per Ustica, 2009;
-Finalista Premio Virginia Reiter, destinado à melhor actriz italiana com menos de 35 anos, 2011;
-Menção honrosa Premio Eleonora Duse, 2012;
-Premio Last Seen para Melhor Espectáculo do Ano, 2012;
-Premio Citta' Impresa, 2013;
-Premio Franco Enriquez, 2013.

terça-feira, dezembro 15, 2015

companhia S.A.Marionetas apresenta os números de 2015

Os Números de 2015 da companhia S.A.Marionetas

2 Estreias, 10 países, 9 produções em digressão, 108 representações, 1 exposição.

Este foi o ano do nosso 18º aniversário como estrutura profissional de teatro de marionetas. E nada melhor para comemorar que uma exposição retrospectiva do nosso trabalho. Foi o que aconteceu de 2 de Julho a 13 de Setembro no Museu da Marioneta de Lisboa. A melhor prenda que podíamos ter! O nosso Muito Obrigado pelo excelente trabalho que tão bem retratou o nosso trabalho até à maioridade como companhia. Um abraço muito especial para a Dra. Maria José Machado Santos, Maria Carrelhas, António Viana, Miguel Costa e toda a equipa envolvida.
Começamos o ano com a digressão nacional do espectáculo “Por este rio acima”, e que ao longo do ano nos levou a várias salas de norte a sul do país: Teatro Lethes em Faro, Teatro Stephans na Marinha Grande, Museu da Marioneta em Lisboa, Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, Centro Cultural Gonçalves Sapinho na Benedita, Centro Cultural de Ílhavo, Casa de Teatro de Sintra, Cine-Teatro da Lousã, Cine-Teatro Municipal João Mota em Sesimbra, Auditório Municipal Fernando Lopes Graça em Almada, Cinema Teatro Joaquim d'Almeida no Montijo e Cine-Teatro de Sobral de Monte Agraço. A todos eles o nosso obrigado por acolherem este projecto.
Destacamos a participação em Portugal nos eventos: Festival Periferias em Sintra, FestIn em Lisboa, 2ª edição Books & Movies em Alcobaça, EI! MARIONETAS - Encontro Internacional de Marionetas em Gondomar, FOME - Festival de Marionetas e Objectos de Faro, Feira Afonsina em Guimarães, Festival Terra Transmontana no Mogadouro, Caldas Anima nas Caldas da Rainha, Viagem Medieval em Terras de Santa Maria em Santa Maria da Feira, E.S.T.A.R. em Odeceixe, 5º Festival Marionetas ao Centro na Lousã, Festa da Marioneta 2015 da ArtemRede, Espinho Cidade Encantada 2015.
Em Outubro organizamos a 18ª edição do festival Marionetas na Cidade em Alcobaça, e obtivemos o EFFE-Label - reconhecimento de evento de qualidade artística europeu. Foram 7 dias com 11 companhias e 12 espectáculos.
O ano de 2015 foi o ano mais internacional de sempre da companhia. O reconhecimento do nosso trabalho fora de portas é sempre muito gratificante! Em Janeiro participamos no Brasil no 2º Festival Internacional de Teatro Infantil de São Vicente/São Paulo. Quase sem parar, fomos directos para o 13º Ishara International Puppet Festival em Nova Deli e Chandigarh na India. Em Abril voltamos a embarcar data vez para os Estados Unidos da América onde apresentamos espectáculos no estado de New York em Farmingville e Tarrytown. Ainda em Abril viajamos para a Bélgica participando nas 2ª Journées Européennes de la Marionnette no Le Théâtre Royal du Peruchet em Bruxelas. Em Maio fomos para Espanha e marcamos presença no Festival El Rinconcillo de Cristobica na cidade de Granada. Em Julho voltamos a Espanha e a Granada para participar na Verbena con títeres en la Huerta de San Vicente na Casa Museo Federico García Lorca e em Agosto ao festival Titirinoia em Noia. Setembro pela segunda vez consecutiva volta ao Festival Mondial des Théâtre de Marionnettes na cidade de Charleville-Mézières em França. Outubro foi a vez de Inglaterra nos ver no Skipton Puppet Festival. Depois viemos só mudar de malas e viajamos para a Roménia para participarmos no Iasi Romania International Theatre Festival for Young Audience em Iasi. Novembro foi o concretizar de uma vontade/sonho antigos! Finalmente conseguimos ir a Timor onde apresentamos os nossos espectáculos integrados nas Comemorações dos 500 anos da Chegada dos Portugueses a Timor em Díli e Oecússi.

Mas estes milhares de quilómetros por todo o mundo não teriam sido possíveis realizar sem o apoio de: Governo de Portugal | Secretário de estado da Cultura | DGArtes, Camões - Instituto da Língua e da Cooperação, Embaixada de Portugal em Díli, Município de Alcobaça, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação Oriente, Arte Institute, Portuguese American Center of Sutffolk /Farmingville.

Obrigada à União de Freguesias da Alcobaça e Vestiaria pela Menção Honrosa que este ano nos atribuíram nas celebrações do seu 2°aniversário!

Um Muito Obrigado ao Município de Alcobaça por continuar a acreditar e a apoiar o teatro de marionetas produzido a partir de Alcobaça em Portugal.

S.A.Marionetas

quarta-feira, novembro 18, 2015

Companhia S.A.MARIONETAS em TIMOR com os espectáculos "Teatro Dom Roberto" e "ETC..." nas Comemorações oficiais dos 500 anos da Chegada dos Primeiros Portugueses a Timor



S.A.MARIONETAS EM TIMOR
A S.A. Marionetas vai estar em Timor de 24 de Novembro a 1 de Dezembro 2015 para participar nas Comemorações oficiais dos 500 anos da Chegada dos Primeiros Portugueses a Timor. A companhia leva os espectáculos “Teatro Dom Roberto” de tradição popular portuguesa e o espectáculo “Etc…”, sem palavras e com uma estética contemporânea.
As apresentações do espectáculo “Teatro Dom Roberto” terão lugar no enclave de Oe-cusse no dia 26 de Novembro às 15h00 em Palamban, Kiumaria, na Escola CAFE, e em Díli na Escola Portuguesa Ruy Cinatti no dia 30 de Novembro às 10h30 e 15h00.
O espectáculo “Etc…” será apresentado na Fundação Oriente no dia 28 de Novembro às 10h00.
Teatro Dom Roberto
Patrocínio: Embaixada de Portugal em Díli|Camões - Instituto de Cooperação e da Língua
Parceria: Fundação Oriente
Apoios: Centros de Aprendizagem e Formação Escolar - CAFE de Timor-Leste|Câmara Municipal de Alcobaça
ETC...
Patrocínio: Embaixada de Portugal em Díli|Camões - Instituto de Cooperação e da Língua
Parceria: Fundação Oriente
Apoios: Câmara Municipal de Alcobaça

sexta-feira, novembro 06, 2015

Marionetas do Porto - Agenda Novembro 2015


toda a informação aqui:

http://marionetasdoporto.pt/?knews=readEmail&id=68&e=2243&k=57

Animação de Histórias - Marionetas e Formas Animadas / Escola Superior de Educação de Lisboa



A Escola Superior de Educação de Lisboa abre candidaturas para as pós-graduações, a iniciar em fevereiro de 2016:

· ANIMAÇÃO DE HISTÓRIAS
· MARIONETAS E FORMAS ANIMADAS

O período de inscrições decorre entre 1 a 30 de novembro de 2015.

Pode obter mais informações através dos links:
Animação de Histórias
Marionetas e Formas Animadas


Com os melhores cumprimentos,
Susana Cerejeira Torres
Escola Superior de Educação de Lisboa
Campus de Benfica do IPL
1549-003 Lisboa
Contacto : 21 7115500 – Ext. 397/400
susanat@eselx.ipl.pt

quinta-feira, novembro 05, 2015

Revista Moin Moin todos os numeros em PDF



http://www.ceart.udesc.br/ppgt/publicacoes_moinmoin.html

segunda-feira, novembro 02, 2015

S.A.Marionetas apresenta "Por este rio acima" de Fausto Bordalo Dias

Não Sei o Que o Amanhã Trará - Limite Zero

Não Sei o Que o Amanhã Trará from Limite Zero Associação Cultural on Vimeo.

1 festa da marioneta Luso-Galaica em Caminha


Mantendo os seus objetivos de captação de públicos, criação e difusão de uma oferta teatral regular inédita na região, KRISÁLIDA - Associação Cultural Do Alto Minho, em parceria com o Município de Caminha vai apresentar nos próximos dias 5 e 6 de dezembro, a MALUGA- I Festa da Marioneta Luso-Galaica.
Esta Festa da Marioneta pretende ser um encontro de linguagens inspiradas na marioneta, como forma de partilha do trabalho efetuado nesta Arte, em Portugal e na vizinha Galiza. Uma Festa para a família desfrutar da Arte da Marioneta, com atividades orientadas para todas as gerações.
Contemplando espetáculos, workshops, animações de rua e uma exposição, esta FESTA convida ao encontro e à partilha, quer pelo possível contacto com os atores, como pelos workshops que podem ser usufruídos na companhia dos filhos, ou, simplesmente, pelo prazer de fruição de espetáculos com qualidade artística.
Não perca esta grande MALUGUEIRA!

mais info em :https://www.facebook.com/Maluga-I-Festa-da-Marioneta-Luso-Galaica-em-Caminha-919540544792577/?fref=photo